Resumo do capítulo “A origem do conflito no casamento”

LEWIN, Kurt. A origem do conflito no casamento. In: Lewin, Gertrude Weiss (Org.). Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo: Cultrix, 1979. p. 101-117.

harlon.romariz@advir.com

      O grupo social pode ser entendido como um determinante fundamental do espaço de vida. Pode ser visto como o solo que sustenta o indivíduo, e o casamento é um desses legítimos grupos.

      Um grupo pode fazer parte de um grupo mais extenso, ou, um indivíduo do grupo pode fazer parte de diversos outros grupos. Em cada um desses grupos em que o indivíduo participa existem aspectos atrativos que o levaram até eles. Cada grupo possui um grau de influência sobre o indivíduo e o casamento é um dos grupos que mais influi sobre a pessoa e que, portanto, pode gerar uma diversidade e intensidade (grau e número) de expectativas e conflitos maiores do que em qualquer outro grupo.

      O grupo possui vários significados para o indivíduo. O grupo é primeiramente o espaço em que se constrói a realidade cultural, é o meio pela qual o indivíduo alcança seus objetivos e se realiza, o grupo é o espaço para que a pessoa exista como uma parte, e finalmente é o espaço de vida do indivíduo.

   Todo grupo apesar dos inúmeros benefícios que traz a vida do indivíduo, impõem sobre ele diversas restrições, posturas; requerendo do mesmo adaptação e obediência.

      O casamento, como um legítimo grupo, também possui atrativos e restrições. Todo indivíduo que chega ao matrimônio espera que esse possa lhe proporcionar benefícios emocionais, enquadramento social, prosperidade, satisfação sexual, segurança, entre outros. Contudo, o casamento também possui suas restrições e requer muita adaptação por parte dos cônjuges. Muitos dos conflitos do casamento surgem basicamente por três motivos: pelo grau de carência e satisfação que pode estar baixo, pela quantidade de espaço livre da pessoa que pode estar em dosagem errada, e por existirem barreiras externas que criam tensão.

      O casamento apesar de também ser um grupo, possui características singulares como o grau de privacidade, que é baixíssimo, e a hipersensibilidade pelas necessidades dos outros.

      O significado que o casamento tem para o indivíduo varia bastante. Pode significar um estado relativamente arbitrário; como meio para um fim (ex. influência social e poder); como um fim em si mesmo; ou simplesmente como uma vida em comum. Alguns conflitos surgem também pelo fato dos casais participarem de inúmeros outros grupos sofrendo influências dos mesmos (como da família externa ou ciúme).

      Os conflitos no casamento podem ser solucionados quando há equilíbrio entre a postura dos cônjuges quanto há (I) concessão de liberdade, quando os (II) objetivos são comuns, e quando a (III) atmosfera do casamento é positiva.

Anúncios

Leave a Reply | Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s